Buscar

O Fim da Pandemia se aproxima: você está preparado?

Esta é a manchete do jornal espanhol “Onda Cero” em artigo postado dia 29/12/2021:

“Dois médicos israelenses prevêem que ômicron significa o fim da pandemia”


“Ambos os especialistas apontam que provavelmente está próximo "um estado pós-pandêmico no qual viveremos com o coronavírus como fazemos com as várias variantes da gripe e outros vírus".


Zvika Granot e Amnon Lahad, dois médicos israelenses da Universidade Hebraica de Jerusalém, destacaram esta semana que, embora a variante omicron seja preocupante, não é "um desastre para a saúde" e pode até sinalizar o fim da pandemia.

"Muitas pessoas serão infectadas, mas terão coriza e talvez febre por alguns dias, e então continuarão com sua vida normalmente.


Quando esses tipos de situações ocorrem, a grande maioria fica infectada e supera isso, desenvolvendo uma verdadeira imunidade de grupo", afirmou Granot, que também é diretor do Laboratório de Pesquisa Biológica e Câncer da Universidade Hebraica. “De algum ponto de vista, acho que é possível que o ômicron seja a luz no fim do túnel”, frisou.


Refletindo sobre todo este período que vivemos desde 11/03/2020, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia do coronavírus, jamais imaginaríamos o que ocorreria em todo o mundo.


No início, houve grande alarme, e a mídia foi muito influente no comportamento coletivo. Mas, ao longo do tempo, cada pessoa encarou a situação e, ao diversificar sua fonte de informação, passou a usar seu próprio repertório de enfrentamento.


E com base em sua biografia, ampliando o diálogo com outros buscadores, cada ser humano encarou a realidade de sua forma particular, como muitas vezes já havia realizado antes, ao enfrentar desafios cotidianos. Assim é o processo de autodesenvolvimento: deixa-se de ser dependente para tornar-se responsável e autônomo. Este é um anseio muito saudável que habita a alma humana e que não deve ser negligenciado.


Retornando às afirmativas dos médicos israelenses, "A catástrofe está mais na opinião pública do que na situação real em emergências e clínicas de primeiros socorros", insistiu Lahad. O especialista se baseia em dados preliminares que indicam que 60% dos usuários de ômicron não apresentam sintomas e apontou que sua missão agora é "tentar convencer a todos que não se deve deixar levar pela histeria, nem fechar o país, porque esta variante não vai saturar o sistema de saúde. "


Muito interessante esta afirmativa, pois sendo médica psiquiatra com atuação clínica há 35 anos, confirmo que a Ciência não é feita de crenças e, sim, de fatos. Nesta "pandemia" predominaram ideologias, que disseminaram crenças e impuseram comportamentos. Muitos cederam e desistiram de raciocinar, obedeceram às imposições. Muitos superaram a instabilidade emocional, se puseram a pensar e fazer perguntas, então, resistiram e buscaram seus próprios caminhos.


A maioria das pessoas manteve a saúde física e psíquica, felizmente. Daquele ponto de vista de onde posso observar, a luz no final do túnel chama-se Liberdade!

Então, avaliando sua conduta diante desta jornada instigante e desafiadora, você está preparado para o final da pandemia?


Dra. Ana Cristina C. L. Malheiros Links recomendados:


1. Dos médicos israelíes predicen que ómicron significa el fin de la pandemia: https://www.ondacero.es/noticias/mundo/dos-medicos-israelies-predicen-que-omicron-significa-fin-pandemia_2021122961ccd6e3d71c190001d71eab.html


2. Audiência Pública sobre a vacinação contra a Covid entre crianças de 5 a 11 anos | Dr. José Augusto Nasser, médico, na Audiência Pública do Ministério da Saúde em 04/01/2022:

https://www.dropbox.com/s/0mymdcb3gu3dyka/20220104_Covid-19_Audiencia_Dr_Nasser.mp4?dl=0


https://www.youtube.com/watch?v=EvH8Erk-2Jk


3. Dra. Lucy Kerr, médica, esclarece sobre uso de medicação eficaz e segura em prevenção, tratamento e síndrome pós-vacina experimental de Covid-19:

https://www.instagram.com/tv/CW4DFfHMc5T/?utm_medium=share_sheet

4. Artigo publicado no New England Journal of Medicine em 23/12/2021: "Severity of SARS-CoV-2 Reinfections as Compared with Primary Infections":

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMc2108120







Posts recentes

Ver tudo