top of page
Buscar

Advento: convite à preparação para a revelação do Natal

Estamos na época do Advento, tempo que antecede o Natal. Para muitos, este período é bastante conhecido, sendo cultivado anualmente em seus rituais e encontros familiares. Para tantos outros, é desconhecido ou pouco praticado, não havendo referencial sobre este tema e caminhos para vivenciá-lo. As festas cristãs compõem o calendário de celebrações para nos recordar da essência espiritual da vida humana. Ao vivenciá-las com familiares e amigos, ficamos fortalecidos na intimidade do coração. Há renovação e esperança. O Advento é o período de preparação para o Natal e, naturalmente, precisamos compreender o valor intrínseco desta celebração. Durante a realização de tal rito, há uma dimensão física e outra, espiritual, que se integram harmoniosamente. Quando nos dispomos a organizar a casa, a decorar o ambiente com motivos natalinos, esta ação é a manifestação externa da percepção interior da importância do que está por vir. Esta é a verdadeira motivação. Nas tradições cristãs, ao celebrarmos o Natal, relembramos o fato histórico do nascimento do Menino Jesus em Belém. Faço uma analogia, então, com os personagens que estavam presentes naquela cena sublime e sua peregrinação. Maria, José, os pastores e, depois, os três Reis Magos fizeram sua jornada física e espiritual para alcançarem a graça de testemunhar o nascimento da criança divina. O que foi vivenciado sob a regência espiritual, transformou-os profundamente. Qual será o caminho que cada um de nós escolherá trilhar para se preparar para o grande encontro? O Advento é a espera pelo que advirá, é o caminho de preparação ativa e meditativa para nos tornar mais propícios a esta elevação de pensamentos e sentimentos. É importante compreender que a organização prática da casa e de seus objetos funciona como um espelho que nos faz refletir sobre a nossa preparação íntima. Mágoas, ressentimentos, ira, frustrações e medos precisam ser elaborados, dissolvidos, compreendidos e superados para ceder espaço para o ser que irá nascer no coração de cada um. A transformação de si mesmo é fruto deste processo. É compreensível que talvez não seja possível realizar todo este processo de uma só vez, mas é necessário iniciá-lo. O Advento é uma ótima oportunidade para esta proposição e, a cada ano, poderemos avançar nesta trajetória ascensional de evolução. Desejo convidá-lo para fazer escolhas mais conscientes a partir da elaboração de propósitos mais claros, tendo foco na saúde integral. Seja leal aos seus valores e aplique seu tempo e sua energia física e psíquica em atividades que realmente contribuam para o seu desenvolvimento. Seja mais seletivo e busque melhorar a qualidade daquilo que você faz e consome. E, principalmente, seja mais sincero em seus relacionamentos pessoais. Há uma riqueza poderosa nos encontros humanos que precisa ser revelada. A humanidade atravessa dias desafiadores. Porém, ao vivenciar o Advento, cada um de nós poderá contribuir em seu ambiente social para que haja a confirmação de valores verdadeiros e eternos. Assim, torna-se mais possível reverter este quadro. Que haja boa esperança e o Amor se manifeste como revelação do divino! Dra. Ana Cristina C. L. Malheiros

Para nos inspirar: “Cristo poderia ter nascido mil vezes em Belém, mas se não nascesse dentro de nós, de nada adiantaria.” Angelus Silesius




Posts recentes

Ver tudo
bottom of page