Buscar

Admiração, Gratidão e Flores, aos queridos professores!

A gestão desta pandemia causou muitas mudanças bruscas no cotidiano das famílias, principalmente, no caso de crianças e jovens em idade escolar. Mas afetou também a dinâmica da vida na escola, exigindo redobrada capacidade de superação por parte dos professores para cumprir sua missão.


Neste dia especial, dedico às queridas professoras e aos honrados professores este singelo bilhete:


“Caro professor (a),

agradeço por ter lidado com a pandemia como adulto, com a sabedoria necessária, servindo de escudo e filtro, para que as ondas impactantes de temor fossem amortecidas e não me atingissem com grande vigor. Em cada um de seus gestos, percebi a sua coragem em superar os desafios, mantendo sempre vivo o ideal de ensinar.


Quantas perguntas lhe ocorreram sobre o ambiente de casa, o suporte dos pais e a tarefa própria do professor?


Mais do que nunca você se dedicou a fortalecer nosso elo afetivo, tendo o encontro com os pais como ponto de partida para contribuir com a educação em casa. Você me mostrou o valor do diálogo para transformar uma crise em oportunidade.


Assim, consegui ter tempo e espaço para me adaptar ao estudo em casa, motivado por seu carinho e criatividade, vendo sua alegria também em aprender a usar novas tecnologias. Você me ensinou a superar o medo e cultivar minhas capacidades.


Agradeço por sua coerência, afinal, você sempre nos estimula a perguntar quando desconhecemos algo. Então, de forma responsável, você teve a iniciativa de buscar informações baseadas em fatos, não em narrativas. Você me ensinou o valor da Verdade.


Quantas foram as reuniões das quais você participou, com professores, diretores e pais de alunos para se atualizarem sobre a pandemia e, ao mesmo tempo, tomarem decisões por consenso? Tenho aprendido sobre o respeito e a fraternidade.


Ao longo destes 19 meses, cada família e cada professor, com o apoio de seu médico, tomou a decisão em livre-arbítrio, particular e sigilosa sobre qual é a melhor escolha para cuidar de sua saúde. Assim, vivemos na prática, ou seja, fora do discurso retórico, a privacidade e a Liberdade.


A gestão da pandemia causou muitas perdas e sofrimentos; muitos ficaram retidos sob o espectro do medo, infelizmente. Porém, este confronto com a morte, acendeu o valor da vida. Pela união e troca de experiências entre as pessoas, tornou-se possível muito aprendizado, a partir da renovação do espírito humano. Estou aprendendo sobre a solidariedade e praticando o Amor.


Caro professor(a), esteja certo, bem convicto, que ao fazer tudo isto, você me ensinou muito mais do que as letras e números, tornou-se um vivo exemplo de ser humano inspirador para me encorajar a crescer em habilidades e desenvolver meus talentos para o Bem da humanidade


Dedico-lhe admiração, gratidão e flores!”.

Dra. Ana Cristina C L Malheiros



Em homenagem à Escola Waldorf Grão Saber - Curitiba

Para nos inspirar:


"Que os nossos sentimentos penetrem no âmago de nossos corações

E busquem, em amor, unir-se aos seres humanos que compartilham das mesmas metas

E com seres espirituais que, portadores de graça

e fortalecendo-nos a partir dos reinos de luz

E iluminando nosso amor

Pairam seu olhar aqui embaixo,

Sobre nossos intensos e sinceros esforços."

– Rudolf Steiner




Posts recentes

Ver tudo