Buscar

Administração do Tempo e a Percepção de Satisfação

Quantas vezes você pensou na falta de tempo no seu dia-a-dia?

Afinal, o tempo é aliado ou opositor às suas realizações? Talvez você tenha-se feito esta pergunta ao perceber que o seu dia não foi suficiente para tantas tarefas. Você pode simplesmente deixar o dia fluir, mas ao final pode ter a sensação de não ter cumprido certas tarefas, de estar sempre com algo atrasado para fazer ou de não ter colocado as coisas em ordem, de tal maneira que executou tarefas que precisarão ser revistas no dia seguinte. E como é desgastante o retrabalho...


Muitas destas respostas dependem de sua auto-observação e da atitude que você costuma ter na sua relação com o tempo, ou seja, se você é ansioso, imediatista ou procrastinador.


Como usar bem o tempo para no final do dia você ter a sensação de produtividade, de realização?


Existem algumas técnicas que são importantes e que facilitam a boa administração do tempo.


Tudo começa com um bom planejamento: pensar no dia anterior sobre o dia seguinte e se dedicar a fazer a agenda, trazendo organização mental, emocional e, depois, isto refletirá na sua atitude. Você saberá porque está fazendo aquilo naquele exato momento porque houve uma organização prévia.


Portanto, reavalie seus métodos:


- fazer a agenda no dia anterior, com as tarefas distribuídas como um roteiro para o dia seguinte (TO DO);


- fazer com antecedência, não deixar para realizar a ação no final do prazo; criar para si o senso de urgência;


- se você agir com antecedência, pode haver tempo para realizar mais e melhor (overdelivery);


- quando você priorizar as tarefas, pode sentir-se mais tranquilo para executar as atividades, pois está seguro e confiante quanto à sua organização;


- mesmo fazendo alguma atividade, evitar ficar disperso na distração, pensando em outro conteúdo, em outro assunto, pois esta atitude causa perda de energia psíquica;


- manter o foco da atenção na tarefa, para usufruir e vivenciar aquele momento;


- se há dúvida, não realizar ainda; buscar se assegurar, se certificar da ação correta a ser realizada naquela situação;


- no final do dia, fazer a checagem das tarefas cumpridas e programar na agenda as atividades para o próximo dia.


Lembre-se: não é falta de tempo, mas sim, falta de priorização.


Para melhorar a sua condição física e psíquica, esteja atento ao ritmo sono-vigília, cultivando hábitos saudáveis, quanto ao sono, apetite e atividade física. Certamente esta decisão e atitude irão favorecer sua qualidade de vida, sua performance e satisfação.

Dra. Ana C. L. Malheiros


Para nos inspirar:


“ Se quisermos alcançar o Bem, precisamos dedicar tempo para isso.

O tempo que dedicamos a alguma coisa é a medida do nosso amo por la.

E, sem amor, nenhum trabalho prospera.”


Hugo Kükelhaus






Posts recentes

Ver tudo