31 de julho: “Fim das férias e volta às aulas!”

Faço hoje uma retrospectiva importante. No dia 31 de julho, celebramos Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, ordem religiosa católica, cujos padres jesuítas marcaram presença histórica no Brasil, principalmente, na Educação.


Refletindo sobre este tema, meus pensamentos me levaram até as escolas em que eu estudei, algumas católicas, outras não, às quais, evidentemente, sou grata por sua contribuição à minha formação. Relembro os benefícios provenientes do convívio na escola, com colegas, professores, funcionários, cuja interação permitiam vivenciar naquele microcosmo, a experiência da vida em sociedade, porém de forma mais circunscrita e protegida, como deve ser. Em especial, as datas festivas celebradas na escola e os congraçamentos das famílias eu guardo no coração.


Além do conhecimento dos fundamentos para propiciar a capacidade de pensar por mim própria, a escola ofereceu a possibilidade de observar causas, fatos, ações e reações, erros e acertos dos mais variados personagens daquela que se tornava a minha história. Da minha interação com aquelas pessoas, em tais circunstâncias, associada à minha educação familiar, foi sendo constituída a base intelectual, moral e afetiva do ser humano que eu sou.


E, assim ocorreu durante todo o período de minha vida de estudante até a universidade. Portanto, a importância do encontro com as pessoas durante a minha vida escolar e acadêmica é tão relevante quanto o conteúdo teórico e prático que aprendi.


Diante disso, eu pergunto: O que está acontecendo?

Durante toda a minha vida, escutei em 31 julho, “Fim das férias e volta às aulas!”


Mas, há a pandemia.


Tenhamos, sim, consciência quanto ao novo coronavírus e suas implicações sobre a saúde. Em março/2020, quando houve o início do surto mundial, este era um vírus desconhecido e tiveram que ser implementadas medidas mais drásticas, como o fechamento de escolas.


Durante este período, tanto a prática médica, quanto as pesquisas científicas têm evoluído com agilidade para acompanhar o dinamismo da pandemia. Portanto, como tem sido divulgado, há método de prevenção e existe tratamento na fase inicial da doença, assim como, já se tem realizado a profilaxia com uso de medicação, conforme relatos de inúmeros médicos no Brasil e no mundo.


Nós também precisamos ter esta percepção quanto ao fluxo dos acontecimentos, ao invés de ficarmos retidos em pensamentos cristalizados e atitudes congeladas pelo medo. Se tivemos que fazer adaptações em nossa rotina para evitar um mal maior, este já foi superado e a ação consciente de cada um foi imprescindível...


Porém, o mundo em que vivemos foi resultado de processo civilizatório de milênios de enfrentamento com a realidade, gerando fracassos, superação e aprendizado. Assim, a escola é o ambiente de encontro das crianças e jovens, das famílias e professores em comunidade em prol do desenvolvimento humano individual e da sociedade. Devido à pandemia, ao longo de todos estes meses, houve um impacto enorme na comunidade escolar. As vidas de crianças, jovens, professores e seus familiares foi diretamente alterada, gerando traumas, estresse, angústia e ansiedade, aumentando a ocorrência de patologias psiquiátricas, mesmo naqueles que não contraíram o coronavírus.


Há um sofrimento imenso!

É urgente a reflexão se tudo o que consideramos enriquecedor e renovador - conviver com a família e amigos, dinâmicas da escola - perdeu valor, não tem mais sentido. Abrirmos mão de tudo isso, afeta diretamente a imunidade, assim como o equilíbrio emocional, tão essenciais para autoestima e bem-estar.

A humanidade já enfrentou muitas ameaças. Estejamos alertas para medidas exageradas, pensemos sobre seus reais objetivos, os interesses velados.

A informação confiável gera segurança para tomada de decisão em livre arbítrio.


Dra. Ana Cristina C. L. Malheiros


Links recomendados:


- Ivermectina e Covid-19: com Dra Lucy Kerr (sobre uso de Ivermectina, tratamento precoce e profilaxia de Covid-19) :

https://www.youtube.com/watch?v=Vy7outTf-H4&feature=youtu.be


- Dr. Anthony Wong: É Hora de Abrir as Escolas! A Academia Americana de Pediatria recomenda aulas com presença física das crianças no próximo semestre.

https://www.instagram.com/tv/CCSJaBZHKXS/?igshid=ql3wq0ipbi62

- The Doctor Is In: Scott Atlas and the Efficacy of Lockdowns, Social Distancing, and Closings:

https://www.youtube.com/watch?v=kZqGSnVt8c8&feature=youtu.be

Oração de Santo Inácio de Loyola


Tomai, Senhor, e recebei

Toda a minha liberdade, a minha memória também.

O meu entendimento e toda a minha vontade,

Tudo o que tenho e possuo, vós me desdes com amor.


Todos os dons que me destes, com gratidão vos devolvo

Disponde deles, Senhor, segundo a vossa vontade.

Dá-me somente o vosso amor, a vossa graça,

Isto me basta. Nada mais quero pedir.